17º Dançaraxá | Talento, arte e movimento - Dança Araxá
Programação

Veja aqui a programação completa com o local e horário das apresentações e competições.

Inscrições Seletiva

Faça sua inscrição e não perca a 17ª Edição do Dançaraxá 2017.

Jurados

Confira os profissionais que irão avaliar as coreografias deste ano.

Hospedagem

Clique aqui e faça o download da ficha de alojamento.

DançAraxa
2017

Talento
Arte
Movimento

Um dos maiores Festivais Competitivos de Dança do país, o DANÇARAXÁ, chega neste ano à sua 17ª edição com toda tradição e popularidade que o tornaram referência para milhares de dançarinos de várias cidades do país.


São esperados cerca de 2 mil competidores advindos de quase 30 municípios, aumentando assim o número de participantes em relação a anos anteriores, o que comprova o crescimento do evento como um grande formador humano por meio da cultura e arte. Estes valores culturais abrangem crianças, jovens e adultos proporcionando-os atitudes de lazer como forma de crescimento pessoal, interdisciplinar e relacionados à saúde. O evento acontece com a inscrição de diversas escolas de dança, que em caráter seletivo e eliminatório em várias modalidades, são classificados para disputarem competição decisiva em Araxá.


O Festival é realizado com a promoção da Escola de Dança Elaine e Cia. que, com o apoio e patrocínio de empresas e parceiros, reconhecem a arte da dança como um fomentador da qualidade de vida e do bem estar social.


Chegou a hora de mostrar talentos, com a arte da música, dança e muito movimento!


Vem aí o Dançaraxá 2017!

Jurados


Os melhores jurados do Brasil selecionados para o Dançaraxa 2017

Marcella Gozzi

Profissional de Educação Física / Licenciatura Plena, formada pela faculdade de Educação Física da PUC-Campinas, em 2008. Bailarina Profissional, registrada pelo Sindicato dos profissionais de Dança do Estado de São Paulo sob o DRT no. 0130-2010. Iniciou seus estudos em dança no ano de 1994 em Campinas, onde passou por Academias como, Viva Vida, Centro de Artes Arranhaceus e Ballet e Cia, na qual fez parte do Grupo Avançado, premiado no festival de dança de Joinville em 2004 e 2005. Passou por escolas em São Paulo como Nova Dança–Vila e Raça Centro de Artes, onde integrou o KADWAH Grupo de Dança de SP, na direção de Edy Wilson, de 2006 a 2008, participando dos maiores festivais de dança do país, com grandes premiações e destaques. Entrou para a Raça Cia de Dança de São Paulo, em 2009, sob direção de Roseli Rodrigues e de 2010 até 2012 sob direção do Edy Wilson, onde permaneceu até julho de 2012. Pela Raça Cia de Dança, participou como convidada de grandes Mostras e Festivais de Dança e por todo o Brasil. Ainda no Grupo Raça Centro de Artes, foi professora de Jazz Infantil em 2011 e 2012, assistente em cursos e workshops com Roseli Rodrigues e Edy Wilson e professora assistente de Edy Wilson.
Premiada como melhor coreógrafa do V Encontro de Inverno de BH em 2017. Trabalhos com premiações especiais de melhores coreografias do V Encontro de Inverno de BH em 2017. Nove trabalhos de sua autoria premiados no V encontro de Inverno de BH em 2017. Seis trabalhos de sua autoria premiados no Festival Toute Forme de BH em 2017. Em 2015 dirigiu e coreografou o primeiro espetáculo do Grupo de Jazz, “Intensa”, e em 2016, o espetáculo “A Pausa que me dou no silencio” do Grupo Profissionalizante do Primeiro Ato. Premiada como melhor bailarina do ano de 2015 de Minas Gerais, com o espetáculo “Três Luas”, pelo Premio Simparc Copasa. Em setembro de 2014, passou a fazer parte do Grupo de Dança Primeiro Ato, sob direção de Suely Machado, onde permanece até hoje, como bailarina e professora de jazz dance na escola do Primeiro Ato. Em junho e julho de 2014 aprofundou seus estudos em danças urbanas, jazz e jazz funk, em uma viagem à New York e Los Angeles, fazendo aulas com grandes nomes da dança e nas grandes escolas como: Broadway Dance Center, PeriDance, Steps On Broadway, Debby Reynolds, Movement Life Style e Millenium Dance Complex. Em 2013 foi convidada a integrar a Cia Mario Nascimento, de dança contemporânea em Belo Horizonte. Nesse mesmo ano começou, em BH, a ministrar aulas de Jazz Dance e suas vertentes na Marilu Dias Escola de Dança, e na Escola de Dança Primeiro Ato. Em 2012 participou da turnê do Palco Giratório com a Cia Druw, com o espetáculo infantil “Vila Tarsila”. Como professora, ministra cursos e workshops de Jazz Dance e suas vertentes por todo o país. Experiências: Jazz Dance, Dança Contemporânea, Ballet Clássico e Danças Urbanas. Mas também com experiência em Técnica de Improvisação, Expressão Corporal.

Marcela Rosa

Bailarina e Assistente de Direção do Grupo de Dança 1º Ato; Professora e coreógrafa de Dança Contemporânea; Coordenadora artística e pedagógica do Primeiro Ato Centro de Dança; Formada no 1º Ato Centro de Dança, é bailarina do Grupo de Dança Primeiro Ato desde 1988, criando e atuando em todos os trabalhos do grupo desde então, se apresentando em turnês por todo o Brasil, Espanha, Portugal, Alemanha e EUA. Em sua formação destacam-se o trabalho em dança moderna e contemporânea com Suely Machado, Euzébio Lobo, Dudude Hermann, Osmam Khelili, Sônia Motta, Rose Akras; em dança clássica com Bettina Bellomo, em preparação teatral com o ator e diretor Paulinho Polika e em técnica vocal com Babaya. Premiada como melhor bailarina nos espetáculos “Isso aqui não é Gothan City”(1992), “Sem Lugar(2003) e “Geraldas e Avencas” (2007); Ministrou oficinas no Festival de Dança de Joinville, “Dança Contemporânea – consciência corporal” em 2009 e “Iniciação à Dança Contemporânea” e “Corpo em Cena” em 2010. Fez preparação Corporal e direção coreográfica do espetáculo “Respingos, um sertão reinventado”, direção de Maurício Tizumba em 2010; Fez assistência de direção coreográfica do espetáculo musical “Os Saltimbancos”, direção de Carlos Gradim, em 2011; Assistência de direção coreográfica de Suely Machado com a Cia. Sesiminas para o evento Minas Trend (2017);

Suely Machado

Bailarina, professora, coreógrafa e diretora de espetáculos. Graduada em Psicologia pela Universidade Católica de Minas Gerais, com especializações em Psicomotricidade, Coreoterapia e Pedagogia do Movimento para o Ensino da Dança. Preparadora Corporal de Atores e Músicos de Musicais e Peças Teatrais. Diretora do Projeto “Dançando na Escola” realizada em parceria com a Escola Estadual D. Augusta em uma das favelas mais numerosas de Belo Horizonte. Diretora do EACC (Espaço de Acervo e Criação Compartilhada) ateliê de construção de cenário, figurino, abrigo da biblioteca, videoteca, bazar de artesãos, artistas plásticos, ceramistas, espaço para projeções de vídeo-dança, apresentações de teatro e musica. Desenvolve o Projeto de Capacitação Profissional para Jovens na área Técnica de Artes Cênicas. Participa do Festival de dança de Joinville/SC como jurado, atuou como membro de Conselho Curador por dois anos e um ano como professora do mesmo Festival. Atua há quatro anos como jurada técnica do quadro “Dança dos Famosos” no programa do Faustão da Rede Globo.

Cristina Helena

Diretora e Maitre da Cia de Dança Sesiminas há 26 anos. Delegada do Conselho Brasileiro da Dança em MG. Maitre da Royal Academy of Dance, Inglaterra. Vários de seus ex-alunos que tiveram sua formação profissional, hoje atuam em Cias Americanas e Européias, bem como, premiados em concursos internacionais como Osaka (Japão), Varna (Bulgária), França, Suíça, Argentina, e outros. Ministrou cursos foi e é jurada dos principais eventos Nacionais: Cristina ministra aula e é coreógrafa para bailarinos de grande Cias Nacionais: Destaques e condecorações Nacionais: -“Medalha de Honra Artística”, entregue pelo então Presidente Tancredo Neves, -“Medalha da Inconfidência”, pelo Governo do Estado de MG, -“Personalidade Visão”, entregue pelo chefe da Casa Imperial do Brasil, Dom Orleans e Bragança, -“Prêmio Fundacem”, como melhor Companhia e Coreógrafa. -Fundadora do Festival de Dança de Joinville. No primeiro ano do Festival, foi agraciada com o 1° lugar, como bailarina e melhor coreógrafa. É convidada em quase todas as edições deste Festival, como Professora e Jurada. -Foi fundadora, jurada e Maitre do Festival de Dança de Uberlândia. -Primeira bailarina mineira a ganhar o prêmio de 1° lugar no Concurso do Conselho Brasileiro da Dança, no RJ, e do Governo Federal de Brasília. Destaques Internacionais: -Premio de melhor coreógrafa no Concurso da Mercosul, Argentina, em 1991. -Primeira coreógrafa brasileira a ser premiada no Concurso da Ópera de Paris, como 2° lugar, em 1986. -Primeira Maitre brasileira preparadora premiada no Concurso de Varna, na Bulgária, em 1994. -Jurada no Concurso Internacional da Mercosul, realizado no Rio de Janeiro. -Coreografia premiada no Concurso de Lausanne, Suíça. -Suas Coreografias estão montadas no Paraguai, Bolívia, Chile, Estados Unidos, França. Convidada como Maitre e Coreógrafa em Cias Estatais nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Suíça. Coreografou as óperas “Rigolleto” e “Carmem”, com a Orquestra Sinfônica de MG, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

Alexandre Snoop

Graduado em pedagogia pelo Centro Universitário Estácio Uniseb, em Ribeirão Preto. Desde 99, atua como diretor, coreógrafo e dançarino da Cia Dança de Rua de Ribeirão Preto (atual Cia de Dança Alexandre Snoop); ex- integrante do Grupo Dança de Rua do Brasil, de Santos; ministra júri , workshop e produção de espetáculos por todo o Brasil. Desde 2010, atua como palestrante no qual acentua a importância da arte educação dentro do âmbito escolar e social. Na área da arte educação, ministra aulas de dança para crianças, adolescentes e adultos com espectro autismo, deficiências múltiplas e paralisia cerebral. Foi responsável pela introdução das danças urbanas dentro do processo seletivo nas instituições de ensino público e privado em Ribeirão Preto. Em 2010 foi finalista na 2ªtemporada do programa “Qual é o seu Talento” do SBT; em 2011, participou como jurado no concurso de dança de rua da Tv Xuxa. Atuou como dançarino para diversos artistas: dentre eles: Gabriel O Pensador, Ed Mota, Skank, Claudinho e buchecha. Protagonista dos filmes de dança educacional : Em Trânsito (2001) e do Literalmente Especiais, com lançamento previsto ainda em 2017.

DANIELLE PAVAM

FORMAÇÃO ARTÍSTICA COMO BAILARINA: Centro Pro Danza de Cuba Centro Mineiro de Danças Clássicas Escola Corpo de Dança FORMAÇÃO COMO PROFESSORA: Curso de Metodologia Cubana com Mercedes Beltran – 2000 Curso de Metodologia Cubana com Reynaldo Muniz – 2008 Curso de Metodologia Cubana com Mercedes Beltran – 2009 Curso de Metodologia Cubana com Reynaldo Muniz – 2013 Curso de Técnica de Pontas com Reynaldo Muniz – 2014 , EXPERIÊNCIA COMO BAILARINA: Grupo Corpo – 2000/2012 Companhia de Dança de Minas Gerais – 1996/2000 EXPERIÊNCIA COMO PROFESSORA Companhia de Dança Sesiminas Projeto Corpo Cidadão Centro de Arte Savassi Oficina da Dança Ballet Cristina Helena 1º ato Escola de Dança Corpo Escola de Dança

Fale Conosco